Firefox 22 & Cookies

Desde que o Mozilla anunciou que iria bloquear as coockies de terceiros na versão 22 do seu navegador Firefox, a insdústria de publicidade online tem vindo a procurar soluções para limitar o seu impacto. 

O que é compreensível dada penetração de mercado da Firefox; Em Abril 2013 a Firefox representou 28% do tráfego de internet pela Europa, variando entre 14% na Dinamarca e 47% na Alemanha,  de acordo com a StatCounter. No entanto, a sua participação no mercado continua a diminuir com a ascensão do Google Chrome.

É importante referir que o Mozilla obriga a actualização do navegador do usuário quando este é aberto, significando isto que tem uma taxa de actualização impressionante.
Existe um padrão claro, com aproximadamente 17% de actualização de usuários dentro de um mês com a nova versão, que continuará a subir para 66% depois de dois meses. Se a atualização fosse para avançar como planeado em 25 de junho 2013, poderíamos esperar o seu principal impacto a partir do final de agosto. Após discussões com a Mozilla, esta data de lançamento parece improvável pelo que admitem que "o assunto como está precisa de mais trabalho".

 O que está a mudar?Para identificar uma solução para esta actualização, devemos primeiro entender o que vai acontecer na versão 22 do navegador.
O Mozilla propõe um bloqueio em todas as cookies de terceiros para "melhor reflectir as preferências de privacidade do usuário" de acordo com seu criador, Jonathan Mayer1.

Há, porém, uma exceção a este bloqueio - se o usuário já tem uma cookie primária a partir do site no seu dispositivo, então as cookies de terceiros também serão aceites a partir do site. Isto aconteceria se o usuário tivesse antecipadamente visitado o site Tradedoubler ou interagido com um link da empresa.

 Post-click TrackingA destacar um ponto importante para os afiliados e anunciantes - o post-click tracking através da Tradedoubler não será afectado por esta mudança. Uma vez que um usuário clique num link do afiliado, será enviado para o site do anunciante através dos servidores TradeDoubler, onde uma cookie primária está inserida.

Usando este tipo de redirecionamento e uma cookie primária significa que o nosso tracking de clicks permanece seguro e com alta precisão, apesar da actualização do Firefox. Os afiliados podem estar seguros de que eles serão recompensados ​​por todas as suas transações, sem qualquer impacto sobre o percurso de navegação do usuário, enquanto os anunciantes não precisam se preocupar com as operações em falta.

 Post-impression & RetargetingPost-impression tracking e retargeting, por outro lado, baseiam-se em cookies de terceiros. É importante lembrar que o Firefox 22 não irá bloquear a 100% estas cookies. Se o usuário já tem uma cookie primária da Tradedoubler no seu dispositivo, a cookie de terceiros será aceite.

Aquí é onde a Tradedoubler alcança benefícios incomparáveis a nível europeu ​para os seus afiliados e anunciantes. O usuário só precisa de clicar num link Tradedoubler - de qualquer afiliado ou anunciante em qualquer país - para o Firefox para aceitar todas as impressões de terceiros ou retargeting cookies da Tradedoubler. Com uma rede de mais de 140 mil afiliados que operam em 18 países, é altamente provável que o usuário já tenha interagido com um link Tradedoubler em algum momento do seu percurso de navegação.

Também é importante lembrar que as cookies do usuário não serão apagadas durante o processo de atualização do browser. Ou seja, se eles já têm uma cookie primária a partir da Tradedoubler, esta permanecerá.

 Qual é a solução?A Privacidade do usuário é um tema-chave e foi destacada na recente Directiva relativa à privacidade e às comunicações electrónicas do Parlamento Europeu2. A Tradedoubler respeita esta posição e está a trabalhar em estreita colaboração com os anunciantes e afiliados para melhorar a transparência do uso de cookies nos sites na sua rede. Nós acreditamos que ao fornecer aos usuários factos sobre as nossas cookies e como estas são usadas​, lhes permitirá tomar uma decisão mais informada sobre as suas configurações de privacidade. Ao mesmo tempo, devemos também proteger os interesses dos afiliados.

Apesar do alcance exclusivo da Tradedoubler nos permitir reduzir drasticamente o impacto, procuramos outras formas para lidar com a actualização Firefox. Algumas soluções dependem de forçar o click no momento da impressão e, portanto, de definir um cookie primária. Enquanto isso contorna o problema, a Tradedoubler acredita que é uma abordagem anti-ética e que os riscos nos levam de volta aos dias sombrios de publicidade por display online. Além disso, não fornece uma solução para toda a indústria; significando que afiliados e anunciantes seria forçados a implementar uma infinidade de soluções para trabalhar através de múltiplas redes.

Em vez disso, procuramos opções tais como o reconhecimento do dispositivo, usando informação não-pessoal identificável ​​que está disponível gratuitamente a partir de um dispositivo do usuário. Usando uma correspondência de algoritmos avançados, um único dispositivo pode ser reconhecido no momento da impressão / click e de conversão sem o uso de cookies. Como uma tecnologia amplamente utilizada e de confiança, iria fornecer uma opção clara e transparente para a indústria a adoptar.

Este debate irá continuar conforme se vá aproximando a data de lançamento, mas os afiliados e anunciantes podem estar confiantes no sistema de tracking líder de indústria da Tradedoubler e no seu alcance único a nível europeu para mitigar os riscos.
 

1. http://webpolicy.org/2013/02/22/the-new-firefox-cookie-policy/
2. http://eur-lex.europa.eu/LexUriServ/LexUriServ.do?uri=OJ:L:2009:337:0011:0036:en:PDF (see Art 5 (3))